domingo, 18 de outubro de 2009

Slide in, baby - together we'll fly I've tried praying, but I don't know what you're saying to me

eu meu pai e minha mãe, pegamos o carro em direção ao sul, no verão de 2006/2007. Fomos fazendo escala na casa de conhecidos, uma coisa bem lenta mesmo... Primeira parada em Curitiba, meu pai reuniu a galere, passamos dois dias lá, depois fomos rumo à Floripa pra passar natal na casa do melhor amigo do meu pai, pra conhecer a afilhada dele que já tava fazendo um ano, essas coisas... e nisso meu pai comprou corda, lençol, essas coisas que a Argentina pedia pra quem fosse entrar de carro no país. Depois de Floripa, partimos em direção à Uruguaiana - RS, na fronteira.
Beleza, uhull, chegamos na fronteira, passamos o carro em cima de uma esponja, tivemos que sair pra passarmos os pés na esponja tb, entramos oficialmente na Argentina, paso de los libres... agora era a parte burocrática, aí meu pai estaciona o carro, eu fico na fila e eles vão lá ver as coisas dos documentos, se tá tudo certinho...
daqui a pouco meus pais voltam e falam que não deu. pq meu pai esqueceu a PORRA DA IDENTIDADE!
A alfândega não deixou passar. Pq só eh aceita a identidade e ele foi com a carteira de motorista.
e pronto, né... meu mundo caiu. Eu chorando horrores de volta pra Uruguaiana.
tipo, eu nunca chorei tanto em toda a minha vida.
E eu falando: Mas pai, a vizinha pode entrar lá em casa e mandar via sedex (isso era dia 29 de dezembro de 2006, se eu nao me engano, sábado), vcs tem que fazer alguma coooooooooooooooooisa!!!!!!!
DESESPERO era a palavra.
e cara, eu completamente arrasada de estar num fim de mundo chamado URUGUAIANA
E cara, o calooooooor, o inferno que era aquela cidade... e vamos dormir em uruguaiana, cidade que não tem mão dupla. Apenas mão única.
se vc errasse o caminho, vc tinha que dar a volta no quarteirão inteiro.
e ó, cidade com maior concentração de sorveterias. pq o calor eh surreal.
aí, dormimos em Uruguaiana e depois fomos pra POA e logo em seguida passar o ano novo em Capão da Canoa, pq meu pai tem conhecidos lá.
E tipo, não eh glamour nenhum passar ano novo em capão da canoa, quando se poderia estar em Buenos Aires

4 comentários:

.Beta. Lisianpeia disse...

"cidade que não tem mão dupla. Apenas mão única.
se vc errasse o caminho, vc tinha que dar a volta no quarteirão inteiro."

AHHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAH... Isso você não tinha me falado!

Léo disse...

Lembra de Bariloche né?

Que isso te sirva de exemplo, pq se vc esquecer algum documento eu mesmo te mando de volta via sedex.

Cristal - a louca. disse...

Porra, eu não apenas choraria como tentaria cortar os pulsos para tentar convencer "meu pai" a fazer algo.

Sabe aquela coisa, pode ser ótimo, mas se formos comparar, fode tudo rs.

Beijundas ^^

a vista de um ponto disse...

caracaaaa
que aventura maluco
ai teu pai é muuito irado! de boa!
nao tava em Buenos Aires, mas deve ter sido mega divertido a aventura
hahahahhah
bjao

What I shouldn´t listen

Top 7 not listened.

People I shouldn´t listen to

People who shouldn´t read

Once written, no turning back...

people who shouldn´t write