quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Dia perfeitoooooooo... NOT!

Hoje eu tive um dos piores dias da minha vida, o que é irônico, já que ele começou...ok, who am I kidding, meu dia começou uma bosta, pensei que ia melhorar, depois de ter ganho uma linda camiseta, mas só piorou depois disso.
Eu acordei atrasada, coloquei, literalmente, a primeira roupa que vi, saí sem pentear o cabelo (até aí nada de novo), não tomei café, nem escovei os dentes, saí igual a uma louca só para pegar uma carona, obviamente estava chovendo e chegando na casa da minha amiga, a mãe dela me avisa que eles(minha amiga e o pai dela, A.K.A minha carona) já tinham saído. Que merda. Mas aproveitei para voltar para casa e me arrumar decentemente, depois disso nada mais de interessante aconteceu, end scene.
Corta para às 6 da tarde.
Eu no ônibus mais gelado do planeta - o que era totalmente desnecessário já que estava chovendo e um frio do cacete do lado de fora - pegando um puta engarrafamento na Freguesia, para ir ao curso...uma hora depois eu chego no curso e descubro que a minha aula ia ser só no dia seguinte, ou seja, eu fui até lá, à toa!
Pego o ônibus de volta. Estou sentadinha no penultimo banco e o garoto atrás de mim, que estava sentado no banco do meio da última fila, fica apoiado com as mãos nos joelhos e projetado para frente, invadindo o meu espaço. Mas isso nem me abalou muito porque logo ele desceu. O problema foi o cara sentado ao meu lado que não parava de bater com os dedos no vidro do ônibus. Era um barulho chato e repetitivo, o cara era quase um esquizofrênico, porque quando ele se levantou, ficou fazendo o mesmo barulho só que com as moedas do bolso. IRRITANTE. Mas isso também passou porque logo ele desceu e eu também. Ah! antes de isso acontecer, entrou um cara no ônibus - na altura do Cefet - e simplesmente antes de sentar, enfiou a mão no meio da bunda, A.K.A cu, para tirar a cueca, bizarro.
Anyway, voltando...
Eu desci do 438 e corri igual a uma louca para entrar no 269, tava lotado e era o Freguesia, obviamente. Fui lá para trás e tinha um bando de adolescentes fazendo fuzuê na porra do ônibus. E eu em pé, ouvindo tudo, um saco. Começou a todo mundo descer e eu continuei em pé...só fui sentar no Cardoso Fontes e quase tive que sair no tapa para conseguir o assento. Depois que sentei pude, calmamente, ficar ouvindo a conversa dos adolescentes e mandando mensagens para a Nikki. Mais trezentos anos de engarrafamento e eu finalmente chego em casa, com trezentas mil louças para serem lavadas. Worst day EVER!

7 comentários:

Léo disse...

Pra completa só falta um comentario bem idiota e irritante...

Eis o que faltava!

Arth disse...

pense assim..
a tendencia é melhorar daqui pra frente... O.o

Marazzo disse...

Não é não. Quando vc pensar que tá ruim, tá bom ainda.

Cara é tão bom vir aqui e ler essas histórias podia ser assim todo o dia. =)

Pedro disse...

um bom conhecedor das Leis de Murphy não reclamaria da situação presente...ainda mais num blog!

Léo disse...

caraca guria... fui ver os atalhos do teu blog ali e tem um blog A.S.S. MUUUUIIITOOO bom! caraca! mó comedia!

parabens! e obrigado pela dica =D

Mateus disse...

aff
fresca demais vc sabe?
vc precisa aprender a viver, sabe?


huahauahuahuaua

ok brincando. q dia de cu esse seu hein? peninha de tu...

NOT!


ok fui bjos

Patricia C. disse...

hahahhaha várias coisas que te irritam, irritam a mim também. essa coisa do barulho que certas pessoas fazem, isso de nego invadir meu espaço (tudo bem q sou gorda e invado o deles, mas enfim), adolescentes fazendo histeria em ônibus. mas nada, NADA, supera o fato de ir pra aula e descobrir que foi a toa.

What I shouldn´t listen

Top 7 not listened.

People I shouldn´t listen to

People who shouldn´t read

Once written, no turning back...

people who shouldn´t write